English Portuguese Spanish
Blog

Qualidade do ar na Mineração

Gostou? compartilhe!

Conheça nosso Blog

Qualidade do ar na Mineração


A contribuição social e econômica provocada pelos processos minerários são conhecidas, porém, são notórios os diversos impactos ambientais decorrentes do empreendimento. No que concerne à alteração da qualidade do ar na mineração, destacam-se diversos processos que provocam emissões de particulados e gases na atmosfera:

 

Quebra e desmonte de rochas;
Transporte de equipamentos e veículos automotores em vias de acesso;
Queima de combustíveis fósseis;
Movimentação de materiais (pilhas, correias, etc);
Etapas de processamento de minérios.
Por isso, é imprescindível identificar e descrever as principais fontes emissoras de poluentes em uma mineração. A partir deste inventário é que medidas de mitigação podem ser planejadas visando controlar o impacto atmosférico do processo produtivo. Ademais, é nesta etapa que podemos avaliar se as medidas de controle aplicadas são eficientes para o processo em questão.

 

Neste sentido, a elaboração do Estudo de Dispersão Atmosférica (EDA) atua como uma importante ferramenta de gestão ambiental uma vez que:

 

Consegue avaliar o transporte de poluentes na área em estudo;

 

Determina a possibilidade ou não de existir impacto atmosférico em núcleos populacionais próximos ao empreendimento;

 

Avalia os principais locais para instalação de uma rede de monitoramento da qualidade do ar;

 

Auxilia na tomada de decisões sobre medidas de mitigação de emissão.

 

A preocupação com os níveis de poluentes atmosféricos por processos minerários está crescente uma vez que manter as concentrações dos mesmos dentro dos limites da CONAMA 491/2018 é imprescindível de forma a garantir saúde e bem estar para a população e evitar danos a flora e afugentamento de fauna.

 

No Estado de Minas Gerais, por exemplo, foi criada a Instrução de Serviço Sisema 05/2019 que trata de “Orientações Técnicas para solicitação de Planos de Monitoramento da Qualidade do Ar no âmbito dos processos de licenciamento ambiental” além do “Termo de Referência Geral para Elaboração de Estudo de Impacto Ambiental (Eia) e Relatório de Impacto Ambiental (Rima) para Licenciamento Prévio” onde aborda sobre exigências a serem tomadas para avaliação da qualidade do ar na mineração.

 

Por isso, nós da ENGEAR Consultoria atuamos em todo o Brasil para auxiliar mineradoras nas melhores práticas de mercado para controle da poluição do ar. Dispomos de uma equipe técnica especializada e com ampla experiência em mineração para auxiliá-las nas operações de extração com menor geração de impacto atmosférico possível.



Gostou? compartilhe!

Whatsapp ENGEAR CONSULTORIA Whatsapp ENGEAR CONSULTORIA